Velocidade

Segunda subida deu triunfo a Pedro Castañon na Rampa da Penha

CastanonPenha114CastanonPenha114 600Pedro Castañon garantiu a vitória na Rampa da Penha, prova pontuável para o campeonato nacional de montanha realizada este fim-de-semana. O piloto espanhol selou  o seu triunfo na segunda subida da prova organizada pelo Motor Clube de Guimarães.

Aos comandos de um Juno CN09, Castañon confirmou depois o êxito na terceira passagem pelo traçado vimaranense, arrumando a questão do campeonato, logrando o melhor tempo do fim-de-semana – 1m27,423s.

Rui Ramalho tentou dar luta ao piloto de Santiago de Composla, e não teve uma participação fácil, já que o seu Juno SSE teve problemas de transmissão na primeira subida de treinos e apenas guiou o protótipo nas três subidas de prova.

Já Pedro Castañon pôde subir nos treinos, apesar de não poder subir na primeira passagem pelo traçado da Penha, tendo que apostar tudo nas duas seguintes, esperando que a chuva não estragasse os seus planos. O espanhol acabou por bater Ramalho por 2,3 segundos.

TiagoReisPenha114 600Tiago Reis fechou o pódio e venceu a categoria 3, quer na prova quer no campeonato. O piloto do Ford Fiesta Cosworth realizou 3m09,485s na soma das primeiras subidas, já que na terceira não evitou uma saída de pista na zona mais rápida do traçado. O carro acabou por bater de frente contra uma árvore, mas apesar dos danos materiais o piloto nada sofreu.

Joaquim Rino levou o seu BRC05 à quarta posição e foi terceiro na categoria 2, não sendo muito mais rápido que Manuel Pereira, que com o Mitsubishi Lancer foi segundo na categoria 3. Edgar Reis fechou o top cinco, enquanto Luís Silva se impôs na categoria 5, beneficiando da ausência de Joaquim Teixeira.

Ricardo Gomes ficou na segunda posição da categoria 5, após uma interessante luta com Tiago Ribeiro, enquanto Manuel Correia beneficiou da ausência de António Nogueira para levar a melhor na categoria 1, mostrando-se mais adaptado ao Skoda Fabia S2000.

Em destaque

Subir