Motores

Sebastien Ogier contente com a liderança do ‘Mundial’ mas aponta fraqueza ao Citroën

Numa prova inteiramente nova para todos os pilotos do ‘Mundial’ de Ralis, Sebasttien Ogier saiu do Chile com um segundo lugar que lhe vale o comando do campeonato. Mas apesar da satisfação o francês não tem dúvidas que o seu Citroën C3 WRC está longe de ser perfeito.

A atuação de Ogier na prova sul-americana foi em crescendo, sendo que as características do evento, aliadas à chuva do começo da prova tornaram a sua tarefa complicada. Isso fez com que até final o Campeão do Mundo tivesse de se aplicar para defender a segunda posição de uma ofensiva do seu compatriota Sebastien Loeb.

Foi preciso ao piloto da Citroën muita determinação para conseguir inverter a diferença entre ambos, que chegou a ser de somente 1,1 segundos. O triunfo na especial de Lircay permitiu aumentar esse pecúlio para 4,2s, que geriu até final.

“Este pódio é mais uma confirmação do nosso bom começo de época. Temos sido muito consistentes e os pontos são importantes para o campeonato. Não foi um fim de semana fácil, no entanto, apesar de as coisas terem mudado para melhor após a Assistência de sábado, a meio da etapa”, considerou Sebastien Ogier no final.

O piloto de Gap destaca também: “Mais uma vez, tirámos o melhor partido possível das potencialidades do C3 WRC. Precisamos agora de desenvolver ainda mais o carro para conseguirmos ser mais competitivos em situações de baixa aderência. Já quando a aderência é melhor conseguimos estar mais no ritmo”, salientou Ogier.

A luta com Sebastien Loeb é algo que tão cedo o francês da Citroën não vai esquecer: “Tivemos um belo duelo com Seb e Danos (Daniel Elena). Eles pressionaram-nos bastante e mantiveram essa pressão até ao fim, mas um último ataque no domingo permitiu-nos preservar o segundo luhar da geral e marcar mais quatro pontos na Power Stage”.

Saímos daqui com bons pontos e regressamos à frente do campeonato. O que quer dizer que o balanço após seis provas é positivo. Entretanto vamos trabalhar nos próximos testes para sermos ainda mais competitivos nos próximos ralis”, acrescenta Sebastien Ogier, já a pensar no Rali de Portugal, que vai para a estrada entre 30 de maio e 2 de junho.

Mais partilhadas da semana

Subir