Motores

Sebastien Ogier comete deslize e Ott Tanak aproveita

O Rali de Monte Carlo 2018 está a ser ainda mais interessante do que se antevia, já que depois de um domínio de Sebastien Ogier no primeiro dia e parte do segundo, um deslize do Campeão do Mundo propulsionou Ott Tanak para o comando da prova que marca o arranque da temporada.

Se até à quarta especial foi Ogier quem ‘mandou’, a partir dessa altura Tanak começou a fazer sentir a sua influência, apesar de se estar a estrear aos comandos do Toyota Yaris WRC. Primeiro o piloto estónio ganhou o quinto troço cronometrado, depois na sexta classificativa o Campeão do Mundo perdeu seis segundos e a liderança para o seu ex-companheiro de equipa, que se voltou a impor.

Mas o ‘golpe’ em Sebastien Ogier aconteceu na sétima especial, quando perdeu mais de 14 segundos para Ott Tanak. Isso fez o gaulês da M-Sport Ford descer para o quarto posto, e deixou o estónio da Toyota mais à vontade.

Apesar de Thierry Neuville se impor no último troço do dia, Tanak concluiu a etapa com mais de 13 segundos de vantagem sobre o belga da Hyundai, que conseguiu recuperar muito bem do atraso sofrido na curta tirada noturna de quinta-feira.

Neuville conseguiu deixar para trás os dois pilotos da M-Sport, já que Elfyn Evans concluiu a etapa na terceira posição, a 2,9s do belga e a mais de 16 segundos do líder, tendo Ogier 11,2s atrás de si.

Um pouco mais atrás, mas já a mais de 40 segundos de Ott Tanak, Jari-Matti Latvala fecha o lote dos cinco primeiros, embora sem conseguir acompanhar o andamento do seu novo companheiro de equipa. E não se pode distrair porque Esapekka Lappi, no terceiro Yaris WRC, está só 17,8s à partida para o terceiro dia do rali.

A prova já perdeu o concurso daquele que se esperava passasse a ser o grande rival de Sebastien Ogier; Andreas Mikkelsen. Mas a prova monegasca é sempre plena de surpresas e mesmo Kris Meeke, que é o melhor representante da Citroën mas é sétimo já a um minuto do líder, pode ter uma palavra a dizer quanto ao top cinco. É que a etapa de sábado reserva cinco classificativas que podem provocar mais ‘mossas’ na tabela classificativa.

Classificação após a 8ª PE

1º Ott Tanak/Martin Jarveoja (Toyota) 1h28m38,1s

2º Thierry Neuville/Nicolas Gilsoul (Hyundai) + 13,4s

3º Elfyn Evans/Daniel Barritt (Ford) + 16,3s

4º Sebastien Ogier/Julien Ingrassia (Ford) + 27,5s

5º Jari-Matti Latvala/Mikka Anttila (Toyota) + 42,2s

6º Esapekka Lappi/Janne Ferm (Toyota) + 1m00,0s

7º Kris Meeke/Paul Nagle (Citroen) + 1m00,3s

8º Dani Sordo/Carlos del Barrio (Hyundai) + 1m01,6s

9º Bryan Bouffier/Xavier Panseri (Ford) + 2m11,1s

10º Craig Breen/Scott Martin (Citroen) + 4m31,8s

5Shares

Em destaque

Subir