Fórmula 1

Sebastian Vettel sem perceber o que se passou na Austrália

O estado de espírito na Ferrari após o Grande Prémio da Austrália de Fórmula 1 é de bastante confusão, e Sebastian Vettel não percebeu o que se passou para não conseguir lutar pela vitória.

A quarta posição do alemão e o quinto de Charles Leclerc não espelham a imagem que a equipa de Maranello tinha deixado após os testes de pré-temporada em Barcelona, quando o SF90 parecia ser o carro a bater pela concorrência, incluindo a Mercedes que acabou por se mostrar dominadora em Melbourne.

Depois de ver a terceira posição ‘escorregar’ para as ‘mãos’ de Max Verstappen, Vettel ainda está confuso: “Para ser franco não sei o que se passou. O segundo turno foi muito lento desde a saída das boxes. Se olharem bem Max parou 10 voltas depois de mim e Charles também, e eles não tiveram quaisquer problemas com os seus pneus médios”.

“O problema não teve nada a ver com o que vimos no ano passado. Claramente que nos escapa algo. De momento não temos uma resposta para o que aconteceu, mas claramente que vamos encontrar algo. Sabemos que o carro é melhor do que aquilo que vimos, não apenas na corrida mas em todo o fim de semana”, reflete ainda o piloto alemão.

Mattia Binotto, o novo líder da ‘Scuderia’ está mais ciente do que sucedeu que o titular do Ferrari # 5: “Desde o primeiro treino que não conseguimos encontrar o equilíbrio certo com o carro e lutamos com dificuldades com os pneus. Tentamos diferentes abordagens de afinações durante o fim de semana mas nunca conseguimos chegar ao equilíbrio certo”.

“A equipa ficou insatisfeita com a qualificação, e quando se está em parque fechado não se podem fazer alterações antes da corrida. A performance refletiu o que tivemos também na qualificação. Não encontramos o equilíbrio certo, faltou-nos aderência. Percebemos já porquê? Provavelmente não. É algo em que nos temos de debruçar, analisar toda a informação e tentar resolver o que sucedeu”, refere ainda o chefe da equipa Ferrari.

Mais partilhadas da semana

Subir