Fórmula 1

Sebastian Vettel o mais rápido no primeiro dia de testes de F1 do ano

Sebastian Vettel foi o mais rápido no primeiro dia de testes de pré-temporada de Fórmula 1, que hoje se iniciaram no Circuito da Catalunha-Barcelona.

Aos comandos do novo Ferrari SF90, o piloto alemão realizou a sua melhor marca ao rodar em 1m18,161s, numa das 169 voltas que deu ao traçado catalão, batendo por 0,397s Carlos Sainz Jr, no McLaren MCL34.

Vettel fixou o melhor tempo do dia na sessão matinal, não a conseguindo superar da parte da tarde, mas conseguiu ser o piloto que mais quilómetros percorreu ao longo da jornada, contra as 119 efetuadas por Sainz Jr, que sentiu alguns problemas no McLaren.

Romain Grosjean mostrou que o Haas VF-19 é um monolugar bem ‘nascido’, e também com os pneus ‘C3’ da Pirelli logrou a terceira melhor marca deste primeiro dia, ainda que a mais de nove décimas do tempo conseguido por Sebastian Vettel.

Mas Verstappen esteve aos comandos do Red Bull RB15, mas teve de contentar-se com a quarta marca, a 1,265s de Vettel, embora o holandês tenha completado 124 voltas, bastantes mais do que Grosjean, que completou somente 65 voltas.

Kimi Raikkonen rodou entre os mais rápidos de manhã no Alfa Romeo Sauber C38, mas começou o dia com um pião, conseguindo realizar 124 voltas, a melhor das quais lhe proporcionou o quinto registo, a 1,301s da melhor marca da jornada. Isto antes de ficar parado na reta da meta e provocar uma situação de bandeira vermelha mesmo no minuto final da sessão.

Sergio Perez foi o piloto que mais se aproximou de Sebastian Vettel durante a manhã, mas acabaria com o sétimo tempo, atrás de Daniil Kvyat, no Toro Rosso. Mas o mexicano só completou 30 voltas, contra as 77 do piloto russo.

A Mercedes não esteve particularmente rápida com o W10, com Valtteri Bottas a concluir o dia com o oitavo tempo, à frente de Lewis Hamilton. E o finlandês até fez menos voltas (69) do que o Campeão do Mundo (81).

Na Renault houve problemas com o R.S. 19. Nico Hulkenberg realizou 64 voltas da parte da manhã, mais 20 do que Daniel Ricciardo, que o rendeu à tarde, terminando ambos a mais de dois segundos do melhor tempo.

Mais partilhadas da semana

Subir