Fórmula 1

Sebastian Vettel é o maior inimigo de si próprio segundo Flavio Briatore

Flavio Briatore defende que os recentes erros de Sebastian Vettel são causados por si próprio, que na sua opinião é o seu próprio inimigo.

O italiano, antigo diretor das equipas Benetton e Renault, foi convidado de um fórum no um ‘podcast’ organizado pelo Ex-Campeão do Mundo, onde mais uma vez mostrou não ter ‘papas na língua’.

Para Briatore a Vettel falta a paciência: “Sebastian Vettel cometeu muitos erros. O seu maior inimigo é ele próprio. Acredito que neste momento a Ferrari tem um carro mais rápido que a Mercedes. É preciso explicar-lhe que uma corrida são várias voltas, não apenas uma. Lembro-me de ver isto com Fernando (Alonso). Quando se quer ganhar um campeonato, por vezes um terceiro lugar significa ‘bingo’”.

“O importante é continuar em pista. O acidente de Monza não fez qualquer sentido. Quando se sabe que se tem o melhor carro, trava-se e fica-se atrás. Tem-se ainda 60 voltas para recuperar. Se em vez disso se sai de pista tem-se zero voltas para recuperar. Pode-se terminar em quatro ou terceiro, porque o carro é melhor do que os outros”, sublinha o empresário italiano.

Flavio Briatore lembra que os pontos contam mais no final da época para determinar o vencedor. Os famosos pontos intermediários que Enzo Ferrari defendia no seu tempo: “O objetivo são os pontos, sem ganhar forçosamente todas as corridas para ganhar o campeonato. Ganhar o campeonato não é o número de corridas que se ganha mas sim o número de pontos que se marca”.

Mais partilhadas da semana

Subir