Fórmula 1

Sebastian Vettel admite que a Ferrari tenta recuperar a forma do início da época

Depois de não ter conseguido ir além do terceiro tempo na qualificação do Grande Prémio da China de Fórmula 1, Sebastian Vettel admitiu que a Ferrari está a tentar recuperar a forma evidenciada no começo do campeonato.

Na qualificação de hoje em Xangai Vettel e Charles Leclerc mostraram-se impotentes para contrariar o domínio dos pilotos da Mercedes, com Valtteri Bottas a conquistar a ‘ole position’ e Lewis Hamilton a garantir a restante posição na primeira fila da grelha de partida para a corrida de amanhã.

Sebastian Vettel concedeu três décimas a Bottas na decisiva Q3, levando o alemão a conceder que a diferença para os Mercedes, pelo menos no traçado chinês, é razoável: “Não os conseguimos bater. É importante estar imediatamente atrás deles. Estou razoavelmente contente pois consegui melhorar o carro ao longo das sessões. Ainda assim não estou plenamente satisfeito porque ainda há mais a extrair dele”.

Vettel só conseguiu garantir o terceiro lugar do ‘grid’ à justa, mesmo na derradeira tentativa, quando conseguiu superar a marca do seu companheiro de equipa, sendo que o tráfego em pista foi o principal problema.

“Foi um pouco complicado. Lutamos todos pela mesma colocação. Estava no final da fila quando saí das boxes. A equipa disse-me que tinha apenas uma margem de 10 segundos para cruzar a meta de modo a que pudesse ainda registar um tempo. Tive que encontrar uma solução e ataquei. Se os outros pilotos tivessem sido prevenidos tinham acelerado como eu e todos teriam passado”, contou o germânico.

O titular do Ferrari # 5 não tem dúvidas em relação à situação da sua equipa: “No (teste) Bahrain os elementos não se portaram como esperava. Mas estamos mais próximos. Aprendemos diferentes coisas que se revelaram em traçados no começo da época e que não foram sublinhadas em Barcelona. São circuitos diferentes”.

Mais partilhadas da semana

Subir