Nas Notícias

Sara Sampaio, o “oposto da Jessica” Athayde, assume: “As críticas ao corpo doem”

jessica biquini A modelo Sara Sampaio está solidária com Jessica Athayde, depois da atriz ter sido criticada pelo corpo durante um desfile. “Tantas vezes sou alvo de críticas ao meu corpo que já devia estar habituada, mas sempre que leio essas palavras dói”, assumiu a manequim.

O texto de Jessica Athayde, na sequência da polémica sobre a forma física que exibiu durante um desfile na Moda Lisboa, continua a dar que falar.

A atriz assumiu que participou “com orgulho” e sustentou que não é “modelo nem manequim”. Mas quem o é, como Sara Sampaio, também sofre com os comentários sobre o corpo.

“Tal como a Jessica, também eu sou alvo de muitas críticas ao meu corpo (maior parte da vezes por mulheres), no entanto pelo motivo oposto da Jessica. Já perdi a conta das vezes que me mandaram ir comer um hamburger, me chamaram anoréctica, esqueleto, etc, tantas foram as vezes que se calhar já devia estar habituada, no entanto, sempre que leio essas palavras dói”, assumiu Sara Sampaio, num longo texto que publicou no Facebook.

A modelo portuense lembra que “a anorexia é uma doença muito grave” e, se ela “felizmente” nunca sofreu, conhece “pessoas próximas que lutam diariamente contra ela e em nenhum caso, repito nenhum caso, deveria ser usada para atacar alguém que simplesmente é magra e sempre foi magra”.

Nem “magra”, como chamam a Sara Sampaio, nem “gorda”, como se referiram a Jessica Athayde após o desfile, continuou a manequim.

“Vi pessoas a partilhar o texto da Jessica, em que ela própria diz que cada corpo é bonito, a dizer que preferiam ter o corpo da Jessica ao dos esqueletos da passarela! Bom, os ‘esqueletos’ das passarelas são humanos! Pessoas que, tal como tu e eu, têm sentimentos e, tal como tu e eu, são ‘pessoas verdadeiras’”, frisou Sara Sampaio.

Para Jessica ficou um elogio, “estavas linda no desfile!”, e “para o resto” um conselho: “deixem de criticar os corpos uma das outras, se alguém quer comer pizza todos os dias e não ir ao ginásio é a escolha dela, tal como se alguém quer comer super saudável e ir ao ginásio todos os dias é escolha dela também”.

“Cada um tem o corpo que tem e cuida dele da maneira que quiser, cada pessoa tem um metabolismo diferente, infelizmente vivemos numa sociedade em que somos criticados tenhamos o corpo que tenhamos. Tal como diz o ditado: preso por ter cão e preso por não ter”, concluiu Sara Sampaio.

Os comentários da manequim surgem depois de Jessica Athayde, que exibiu um biquíni da Cia Marítima durante a ModaLisboa, ter escrito no blogue um post intitulado ‘Para mulheres reais’.

“Desfilei na Moda Lisboa como convidada. Desfilei com o corpo que tenho que é o meu e no qual me sinto muito bem”, começou por referir, antes de sublinhar a “perplexidade” perante “críticas, comentários desagradáveis e uma série de mimos” originados por “uma fotografia menos feliz”.

‘Jessy James’ instou às mulheres que não cedam à “ditadura da imagem”, dando “voz a um grito que sei ser de muitas que me estão a ler neste momento: CHEGA!”.

“Estão a cultivar as inseguranças, as desordens alimentares, a escravidão da imagem”, reforçou Jessica Athayde.

Em destaque

Subir