Desporto

Santa Clara mais astuto vence na visita ao Belenenses SAD

O Santa Clara venceu hoje o Belenenses SAD por 2-0, num encontro da 20.ª jornada da I Liga de futebol em que os açorianos foram mais pragmáticos e prosseguiram a recuperação na classificação, subindo provisoriamente ao nono lugar.

Num jogo disputado num ritmo baixo e com as bancadas do Estádio do Jamor praticamente vazias, ‘azuis’ e açorianos empenharam-se mais na luta a meio-campo, sem deixar espaço para a inspiração ou um sinal de clarividência junto das balizas.

Com efeito, o Santa Clara entrou a procurar muitas vezes o passe longo, mas mais como uma estratégia para ganhar metros e fazer descer a linha recuada do Belenenses SAD do que propriamente para criar perigo.

Em sentido inverso, o Belenenses SAD, com Licá, Varela e Cassierra a liderarem o ataque, tentava uma construção de jogo mais apoiada, mas desconexa. Perante este panorama, o jogo arrastou-se numa toada monótona, deixando no ar a ideia de que só por erro alheio é que uma das equipas se conseguiria sobrepor.

Ato contínuo, o conjunto orientado por Petit – que foi obrigado a substituir Nuno Coelho logo aos sete minutos, por lesão – aproveitou, aos 25, uma primeira falha de Sanussi para deixar Marco Matias isolado diante do guarda-redes dos açorianos, mas o extremo do Belenenses SAD atirou ao lado.

No minuto seguinte, beneficiando da intranquilidade espalhada na defesa dos visitantes, Varela repetiu a ameaça e atirou ao lado, quando estava em boa posição.

A equipa de João Henriques registou o aviso do conjunto anfitrião e neutralizou a tentativa de domínio que se esboçava no horizonte. Com uma sucessão de cantos, num dos quais Lincoln quase fez golo, o Santa Clara reequilibrou a batalha e mostrou que o seu pragmatismo tinha força para prevalecer no relvado.

Foi assim que, aos 44 minutos, Schettine recebeu um ‘brinde’ de Danny junto da grande área dos ‘azuis’ e finalizou com qualidade sobre o guardião André Moreira. O mau domínio de bola do jogador do Belenenses SAD deitou por terra os frágeis alicerces que a equipa evidenciava e o pior ainda estava para vir.

Já nos descontos, o Santa Clara foi mais astuto a descobrir espaços para entrar na defesa contrária, com Rafael Ramos a fugir no flanco direito e a cruzar para a cabeça de Carlos Jr., que, com um belo gesto técnico, assinou o segundo dos visitantes, praticamente sentenciando o jogo ainda antes do intervalo.

Na segunda parte, o Belenenses SAD veio disposto a intensificar o ritmo, mas rapidamente o encontro voltou à mesma toada, com o Santa Clara a gerir com segurança. A única real ocasião de perigo dos ‘azuis’ surgiu aos 72 minutos, por Cassierra, que cabeceou no coração da área e a bola passou muito perto do poste.

O triunfo consolida a recuperação do Santa Clara no campeonato, ao alcançar os três pontos pela terceira jornada seguida, depois de uma fase negativa, ocupando agora o nono posto, com 26 pontos. Já o Belenenses SAD, somou sob o comando de Petit o terceiro desaire em quatro desafios e mantém o 15.º lugar, com 18.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir