Nas Notícias

Salvador Sobral contra a saída de Nuno Artur Silva da RTP

O vencedor da Eurovisão, Salvador Sobral, é o nome mais mediático da lista de personalidades que assinaram uma carta aberta a contestar a decisão do  Conselho Geral Independente (CGI) da RTP de não reconduzir o administrador Nuno Artur Silva.

O CGI ‘vetou’ a continuidade do responsável pelos conteúdos da RTP por ter “interesses patrimoniais privados”, como a produtora Produções Fictícias e o canal Q.

Mais de 200 personalidades, como o radialista Nuno Markl e o antigo ministro da Cultura José António Pinto Ribeiro, subscreveram uma carta aberta, endereçada ao primeiro-ministro, ao ministro da Cultura, ao presidente do Conselho de Administração da RTP e ao presidente do CGI, a repudir a saída de Nuno Artur Silva.

Entre esses mais de 200 nomes ressalta o de Salvador Sobral, vencedor do Festival da Canção e da Eurovisão, dois dos conteúdos ‘ressuscitados’ pelo administração não reconduzido.

“A que se deve esta decisão? A explicação dada em comunicado não nos esclarece. Queremos entender o porquê e perceber a razão”, refere o texto da carta aberta.

Os subscritores contestam o argumento do “conflito de interesses” invocado pelo CGI quando este mesmo órgão admite que o desempenho de Nuno Artur Silva “não foi lesivo” para a RTP.

Esta tarde, o CGI nomeou Hugo Graça Figueiredo para o Conselho de Administração da RTP.

Mais partilhadas da semana

Subir