Desporto

SAD portista anuncia prejuízos a rondar 28 milhões de euros

A SAD do FC Porto informou o mercado sobre os resultados do último exercício financeiro. De acordo com a informação revelada pela SAD azul e branca à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a administração portista registou um resultado líquido consolidado negativo de valor superior a 28 milhões de euros na época 2017/2018, embora saliente que está a prosseguir um caminho de equilíbrio das contas.

Segundo a análise feita pelos administradores financeiros portistas, trata-se de uma “melhoria de 6.871 milhões face ao exercício homólogo” que, ainda assim, não tira as contas portistas de valores negativos.

A SAD azul e branca sustenta que obteve melhorias financeiras face ao aumento das receitas.

No que toca a encaixes financeiros com vendas do passe de jogadores, o FC Porto nota aumentos significativos para o exercício fiscal com a venda de Diogo Dalot ao Manchester United, por 22 milhões de euros, e Ricardo Pereira ao Leicester, por 20 milhões.

“Este resultado, apesar de negativo, segue a tendência que a Sociedade se comprometeu a seguir, e respeita o compromisso assumido com a UEFA no caminho para o equilíbrio nas suas contas de exploração”, salienta a FC Porto SAD no comunicado enviado ao mercado.

O FC Porto faz uma leitura dos números financeiros obtivos vendo uma “melhoria significativa na capacidade da SAD fazer face aos compromissos de curto prazo, dado o maior equilíbrio no indicador de liquidez corrente da sociedade”.

Do lado da receita, os encaixes financeiros nas competições europeias continuam a destacar-se, tendo entrado cerca de 30,9 milhões de euros (em linha com a época anterior) nos cofres portistas.

Os direitos televisivos e publicidade renderam 23 milhões cada rubrica para as contas da SAD azul e branca no último exercício financeiro, fechado a 30 de junho de 2018 e agora tornado público.

No que toca a gastos com pessoal, o FC Porto explica o aumento de 7,6 por cento face à temporada transata em consequência “do pagamento de prémios atribuídos ao plantel e equipa técnica pela conquista do campeonato“.

Mais partilhadas da semana

Subir