Justiça

Rosa Grilo rompe relação com amante e mostra-se magoada

Rosa Grilo assumiu que já não considera ter uma relação com António Joaquim. Os dois suspeitos da morte de Luís Grilo encontram-se detidos enquanto aguardam por julgamento e Rosa assume o fim da relação. “Ao António já não tenho nada a dizer”, revela Rosa.

“Ao António já não tenho nada a dizer”, explica Rosa Grilo e acrescenta.

“O que posso dizer a uma pessoa que sempre tratei bem e na primeira oportunidade criou desconfianças sobre mim quando sempre o defendi? Espero nunca mais ter de lhe dirigir uma palavra”, salienta a viúva de Luís Grilo, em entrevista à TV Mais.

Rosa Grilo confessa que a época do Natal lhe vai custar a passar no Estabelecimento Prisional de Tires, onde se encontra detida até porque estar longe do filho “todos os dias tem sido extremamente doloroso, mas nesta época é particularmente difícil.”

Ao Pai Natal, se existisse, Rosa explica que pediria “uma máquina do tempo para poder regressar a todos os momentos bons que vivi e fui feliz”.

Para o novo ano que está a chegar, Rosa Grilo deixa votos para que as autoridades consigam perceber quem foram os responsáveis pela morte de Luís Grilo.

“Desejo muito que consigam resolver, verdadeiramente, quem foram os responsáveis pela morte do Luís, sair daqui para junto do meu filho e da minha família.”

Apesar de já não considerar ter uma relação com António Joaquim, Rosa Grilo espera que também ele “vá rapidamente para junto dos seus filhos”.

Anteriormente, Rosa já tinha mostrado a sua preocupação com António Joaquim, nomeadamente que este pudesse pôr termo à vida.

As autoridades acreditam ter provas de que Rosa e António mataram o triatleta Luís Grilo e ambos encontram-se em prisão preventiva à espera de julgamento, apontado para uma versão de uma alegada vingança na morte de Luís Grilo, relacionada com tráfico de diamantes.

Mais partilhadas da semana

Subir