Nas Notícias

Rosa Grilo e Diana Fialho tornam-se amigas na cadeia

As alegadas homicidas Rosa Grilo e Diana Fialho, suspeitas de matarem o marido e a mãe adotiva, tornaram-se amigas e confidentes no Estabelecimento Prisional de Tires, onde aguardam em prisão preventiva pelos respetivos julgamentos.

De acordo com o Cascais24, as duas suspeitas têm passado a hora de recreio juntas e afastadas das outras reclusas do  pavilhão um.

Os crimes imputados a cada uma delas apresentam várias semelhanças.

Rosa Grilo terá matado o marido, Luís Grilo, em conluio com o suposto amante. Diana Fialho terá matado a mãe adotiva, Amélia Fialho, em conluio com marido.

Ambas terão largado os corpos das vítimas em locais longe da residência e reportado o ‘desaparecimento’ do marido, num caso, e da mãe adotiva, no outro.

Enquanto decorriam as buscas, quer Rosa Grilo, quer Diana Fialho espalharam panfletos com a identificação dos ‘desaparecidos’ e deram entrevistas.

Os alegados cúmplices, António Joaquim e Iuri Mata, também estão presos preventivamente.

Várias ‘coincidências’ que devem marcar as conversas das novas ‘melhores amigas’.

Mais partilhadas da semana

Subir