Fórmula 1

‘Rookie’ Nikita Mazepin ‘pulveriza’ os tempos em Barcelona

Um dia depois de Valtteri Bottas ter sido o mais rápido em Barcelona, foi um estreante a chamar sobre si as atenções.

Nikita Mazepin realizou a melhor volta ao traçado catalão na segunda jornada de testes de Fórmula 1 aos comandos do Mercedes W10.

Ex-piloto de reserva da Force India, o jovem russo realizou uma volta à pista de Montmeló em 1m15,775s, na sessão da tarde de hoje e tendo montados no seu monolugar os pneus C5 da Pirelli.

Mazepin, que disputa atualmente a Fórmula 2 pela equipa ART Grand Prix, foi apenas duas décimas mais lento do que o tempo efetuado ontem por Bottas, mas não foi a única surpresa do dia, já que Alex Albon foi o segundo mais rápido com o Toro Rosso, também utilizando os Pirelli C5.

Albon ‘saltou’ inicialmente para o segundo lugar da tabela de tempos a meia hora do final da sessão, antes de Antonio Fuoco, que tripulou o Ferrari, o desalojar 13 minutos depois. Mas o malaio da Toro Rosso não ‘se ficou’, e conseguiu ser duas décimas mais rápida, antes de causar uma situação de bandeiras vermelhas e terminar o dia nove minutos mais cedo, quando ficou parado em pista nas proximidades da curva 10.

Charles Leclerc também tripulou o Ferrari e foi o quarto mais rápido a sete centésimas de Fuoco, usando pneus de desenvolvimento não marcados da Pirelli, antecedendo Kimi Raikkonen, que no Alfa Romeo fucou a quatro centésimas do monegasco.

O top seis foi completado por Jack Aitken, que guiou o Renault e quedou-se a 1,8 segundos de Mazepin, mesmo usando pneus C5, enquanto Kevin Magnussen, que fora o mais rápido da manhã, não conseguiu melhorar aos comandos do Haas e quedou-se pelo sétimo registo, à frente de Nick Yeolly, no Racing Point, e de Nicholas Latifi, no Williams.

Para além de Albon também o brasileiro Sergio Sette Câmara causou a interrupção da sessão, quando ficou parado na pista com um problema técnico no McLaren, que dividiu com Oliver Turvey.

Mais partilhadas da semana

Subir