Motores

Roberto Canha surpreende na estreia com o Clio R3T

RobertoCanhaMadeira4

Roberto Canha teve uma estreia melhor do que a esperada aos comandos do Renault Clio R3T, que ocorreu no Rali Vinho Madeira. Isto apesar de ter efetuado apenas um teste com a sua máquina antes da participação na prova.

Acompanhado pelo navegador Diogo Paulino, o piloto madeirense partiu para o rali confiante em terminar num lugar do pódio das duas rodas motrizes, embora o principal objetivo fosse acumular quilómetros com o carro e evoluir o seu andamento ao volante do mesmo.

Na super especial da Avenida do Mar Roberto Canha entrou com algumas cautelas, averbando o sexto melhor tempo. Na sexta-feira iniciou a jornada muito forte, averbando o melhor tempo no campeonato nacional de ralis 2 rodas motrizes. Ao longo da etapa a dupla manteve sempre um bom ritmo rodando sempre nos lugares do pódio, terminando a etapa na segunda posição da categoria

No arranque da segunda etapa o piloto madeirense voltou a entrar bem, com o melhor crono, reforçando ainda mais a segunda posição dos duas rodas motrizes. A etapa voltou a correr bem com Canha a fazer uma boa prova, sem erros ou percalços, onde o grande adversário acabou mesmo por ser o muito calor que se fez sentir, que tornou a longa prova muito exigente para pilotos e máquinas.

RobertoCanhaMadeira5

Completadas as 19 especiais do rali, Roberto Canha e Diogo Paulinho terminaram a edição de 2016 do Rali Vinho Madeira na segunda posição das duas rodas motrizes e na oitava posição em termos de campeonato nacional absoluto.

“O resultado foi muito positivo, pois conseguimos demonstrar uma adaptação rápida ao Clio R3T. Terminar em segundo do campeonato nacional de ralis 2 rodas motrizes e vencer várias classificativas na estreia do carro superou as nossas expectativas e isso deixa-nos muitos satisfeitos com o resultado global da prova”, declarou no final o piloto madeirense.

Fotos: Nuno Pimenta

3Shares

Mais partilhadas da semana

Subir