Motores

Rio ‘travou’ top dez de Hélder Oliveira na Baja Itália

HelderOliveiraItalia12

Após uma segunda etapa excelente, Hélder Oliveira e Valter Cardoso tinham grandes expetativas para a tirada seguinte, a nova motorização Diesel da máquina desenvolvida pela equipa italiana Tecnosport teve os mesmos problemas que já tinha revelado no prólogo.

Esta contrariedade fez a dupla portuguesa perder o lugar que estava claramente ao alcance do piloto de Barcelos face ao andamento evidenciado desde o início da tirada.

“A meio do troço da tarde havia uma passagem de água mais funda por onde já tínhamos passado de manhã e que fez o motor começar a falhar. Estivemos algum tempo parados a tentar que o motor recomeçasse a funcionar normalmente, mas isso nunca veio a acontecer pelo que não nos restou alternativa senão fazer o resto da especial em ritmo lento”, começa por contar Hélder Oliveira.

“Perdemos seguramente mais de seis minutos e com isso hipotecámos o Top 10 que nos tinha dado tanto gozo alcançar logo na etapa inaugural. Na especial da manhã tivemos um furo, a 10 quilómetros do final, mas optámos por não mudar o pneu. Também aqui perdemos algum tempo que já o estávamos a recuperar da parte da tarde”, refere também o piloto minhoto.

“Não posso dizer que esteja satisfeito mas foi com muita satisfação que regressei as grandes jornadas internacionais do TT e se pensar exclusivamente no andamento que consegui imprimir com um carro que já tem bastantes anos, o balanço é positivo”, acrescenta Helder Oliveira que terminou a corrida como o melhor de entre os portugueses presentes.

Fotos: @world

HelderOliveiraItalia13

3Shares

Mais partilhadas da semana

Subir