Nas Notícias

Rio diz que política não tem utilidade quando é em torno de guerras partidárias

O presidente do PSD, Rui Rio, defendeu hoje que a política “não tem qualquer utilidade quando é exercida em torno de guerras partidárias, estéreis”, rejeitando “dizer muito mal dos outros” como um programa estratégico.

Rui Rio discursou durante 47 minutos no encerramento da primeira Convenção Nacional do Conselho Estratégico Nacional do PSD, em Santa Maria da Feira, intervenção na qual defendeu que “a política só faz sentido se for para resolver os problemas reais das pessoas”.

“Não tem qualquer utilidade quando é exercida em torno de guerras partidárias, estéreis, ou conduzida por temas virtuais que, podem alimentar notícias e fomentar a notoriedade pública, mas que nada dizem ao cidadão comum”, destacou.

Para o líder do PSD, “a democracia não precisa de espetáculo político, nem da superficialidade do politicamente correto”.

“Muito menos, um povo civilizado faz as suas escolhas em benefício dos que mais agridem verbalmente o adversário. Dizer muito mal dos outros não é programa que configure a estratégia para resolver os problemas dos portugueses e recolocar Portugal no caminho do desenvolvimento”, avisou.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir