Motores

Ricky Stenhouse na ‘pole-position’ para as 500 Milhas de Daytona

Ricky Stenhouse alcançou a sua primeira ‘pole-positon’ para as 500 Milhas de Indianápolis, que disputa pela primeira vez aos comandos de um Chevrolet.

O ex-piloto da Roush Fenway (Ford), agora a competir pela equipa JTG Daugherty Racing, numa troca com Chris Buescher, conseguiu a terceira ‘pole’ da sua carreira na Nascar Cup – depois das que tinha obtido em 2017 em Atlanta (Geórgia) e Talladega (Alabama).

“A potência do motor Hendrick (Chevy) foi incrível”, declarou Stenhouse depois do feito, acrescentando: “Tivemos vários carros da Hendrick (Motorsports) logo atrás de nós, mas o nosso Camaro estava muito competitivo”.

Se o piloto norte-americano de 32 anos – que já foi companheiro de Danica Patrick fora das pistas – é um especialista nas grandes ovais, também soube aproveitar a performance do seu Chevrolet Camaro ZL1 # 47, já que as quatro primeiras posições foram ocupados por carros da marca do laço.

Com uma média de velocidade de 194,582 milhas por hora (mais de 313 km/h), Ricky Stenhouse bateu Alex Bowman, Chase Elliott e Jimmie Johnson, todos pilotos da mais oficial Hendrick Motorsports, com os melhores não Chevrolet a serem os Toyota Camry de Denny Hamlin e Kyle Busch.

O melhor Ford Mustang, o de Aric Almirola, qualificou-se apenas para a sétima posição da grelha de partida para a corrida que domingo dá início à temporada 2020 da Nascar Cup Series.

Foi desta forma que Stenhouse chegou à ‘pole-position’.

 

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir