Desporto

“É improvável que seja candidato”, diz Ricciardi

José Maria Ricciardi ligou em direto para um programa de comentário para manter em aberto uma eventual candidatura à liderança do Sporting, embora realçando que “parece improvável” que avance já.

O banqueiro, que comentou a atualidade leonina por telefone para a CMTV, pediu “mais 15 dias” para tomar uma decisão definitiva sobre a candidatura, tendo antes lembrado que já existem cinco candidatos anunciados.

“Há muitas candidaturas, algumas com condições e de gente mais nova, só em condições especiais é que admitiria isso”, justificou.

Curiosamente, José Maria Ricciardi até tinha ligado para criticar Carlos Vieira, que deverá ser o sexto candidato a apresentar-se.

“É um mentiroso compulsivo, à semelhança de outros membros dessa direção que foi destituída por 70 por cento dos sócios”, afirmou.

Sobre a candidatura de Bruno de Carvalho, o famoso adepto sportinguista lembrou as várias polémicas do ex-presidente.

“É indigno que um clube possa ter uma candidatura de um presidente que violou de forma escandalosa os estatutos e a lei, que criou comissões ilegais e outras coisas”, reforçou.

Ricciardi chegou mesmo a emocionar-se quando foi questionado se Bruno de Carvalho devia ser expulso: “Acho! Acho que deve ser expulso”.

O banqueiro criticou também os elementos da anterior direção que o implicam de se aproveitar do Sporting, nomeadamente através da expressão de “andar a comer tarte”.

“Não se viu os prémios que eles recebiam? Distribuíram [entre eles] 250 mil euros da SAD. Eles viveram à custa do Sporting durante anos, eu nunca vi um cêntimo do Sporting, não admito que venham dizer que andei a comer tartes”, reagiu.

Mais partilhadas da semana

Subir