Motores

Ricardo Teodósio nos Açores motivado pelo êxito de Fafe

Ricardo Teodósio e José Teixeira chegam ao Rali dos Açores com a moral em alta, depois do triunfo – ao nível do Campeonato de Portugal de Ralis – na primeira prova da temporada.

O piloto de Albufeira não é um especialista no rali que se disputa esta semana na ilha de São Miguel, também pontuável para o Campeonato da Europa da especialidade, mas promete fazer tudo para manter a liderança do ‘Nacional’.

Teodósio sabe que no pelotão há adversários que têm melhor palmarés na prova açoriana, já para não falar dos pilotos locais, mas a ideia é sair dos Açores com o melhor resultado possível, tirando partido da competitividade do seu Skoda Fabia R5 e divertindo-se, como tem sido seu timbre ao longo da carreira.

“É sempre um prazer correr nos Açores e para mim este é um dos ralis mais bonitos do campeonato. Segundo o que nos disseram o rali deste ano tem 40 por cento de percurso novo, mas acredito que as caraterísticas dos troços não serão muito diferentes”, começa por dizer o piloto algarvio.

Ricardo Teodósio adianta também: “Estamos motivados pela vitória em Fafe e fizemos agora uma atualização do carro ao nível do diferencial e caixa de velocidades, por isso acredito que conseguiremos um ‘set-up’ muito próximo daquilo que eu gosto”.

“Vamos obviamente tentar andar rápido mas sem cometer excessos, até porque tal como aconteceu com o Dani Sordo em Fafe, deveremos ter o Alexey Lukyanuk como referência e depois, obviamente, o Ricardo Moura. Como sempre vamos tentar lutar pelos primeiros lugares e dar espetáculo a um público que nos recebe sempre de forma fantástica”, acrescenta o piloto de Albufeira.

De facto, e para além de Miguel Barbosa, José Pedro Fontes ou Bruno Magalhães, o líder do campeonato terá de contar com os açorianos Ricardo Moura ou Luís Miguel Rego, para já não falar do madeirense Bernardo Sousa ou Ruben Rodrigues, sendo que a nível do ‘Europeu’ se destaca o campeão em título, Alexey Lukyanuk.

A prova inicia-se amanhã, com a disputa da especial de qualificação ‘Remédios’ e depois uma passagem pelas classificativas de Coroa da Mata, Mediana Remédios e pela super especial do Grupo Marques.

Na sexta-feira, 22 de março, são sete as especial, com duas passagens pelos troços de Pico da Pedra, Sete Cidades e Vistaa do Rei Feteiras e uma pela super especial do Grupo Marques.

O rali conclui-se sábado com mais cinco classificativas, duas passagens pelas especiais de Graminhais e Tronqueira e uma pela de Vila Franca São Brás.

Mais partilhadas da semana

Subir