Mundo

Revista Playboy pode acabar

A revista Playboy poderá ter os dias contas na forma como é conhecida. Os detentores da publicação preparam-se para realizar alterações na revista e entrar numa outra área de negócios, numa altura em que as vendas do produto estão em queda.

De acordo com o jornal espanhol El País, a revista poderá deixar de ter edição impressa e passar a ser comercializada com alterações em discotecas e casinos.

“Não acho que o papel seja a melhor maneira de comunicarmos com os nossos consumidores daqui em diante”, revelou Ben Kohn, acionista de referência da empresa que edita a publicação, em declarações ao The Wall Street Journal.

Este acionista falou ainda sobre a quebra nas vendas da revista.

“Historicamente justificava-se o prejuízo que a revista gerava com o seu valor de mercado. Chegou o momento de pensar de outra maneira”.

Hugh Hefner, o criador da revista, morreu (ver aqui), no ano passado, e tinha assegurado que esta não iria desaparecer enquanto ele estivesse vivo.

Mais partilhadas da semana

Subir