Fórmula 1

Renault Sport fecha fábricas em Viry e Enstone

A pandemia de Covid-19 fez com a Renault Sport Racing decidisse fechar as suas fábricas de motor e chassis em Viry-Châtillon e Enstone.

O teletrabalho foi generalizado este semana em todos os empregados de Viry (Essone, fábrica de motores de F1).

Depois das medidas decretadas pelo governo francês, a direção da Renault Sport Racing organizou o fecho das instalações de Viry-Châtillon a partir de hoje, enquanto em Inglaterra a fábrica destinada a chassis em Enstone vai fechar a 30 de março, pelo menos até 19 de abril, antecipando o ‘shutdown’ estival decidido pela F1, pela FIA e pelas equipas.

Em comunicado a estrutura liderada por Jerôme Stoll refere que irá “entrar agora numa fase de discussões aprofundadas com a F1, a FIA e outras equipas para definir a colocação em prática de medidas que se impõe” à modalidade, “nestas circunstâncias excecionais”, face “aos desafios que nos esperam, a responsabilidade e solidariedades devem prevalecer, de modo a conter os impactos desta crise sanitária”.

Em destaque

Subir