Fórmula 1

Renault sem mais desculpas na F1 em 2020

A Renault considera que os objetivos traçados para a próxima temporada de Fórmula 1 têm de ser altos e que não tem mais desculpas para performances modestas.

Na época passada o construtor francês foi o melhor dos ‘outros’ – atrás de Mercedes, Ferrari e Red Bull – mas este ano as metas têm de ser mais ambiciosas, pensando num futuro próximo estar a lutar pelo título e mais próximo das três equipas de topo.

Pela voz do seu responsável, a marca do losango admitiu que as expetativas para 2020 são claramente diferentes das que tinha até aqui: “Toda a gente na grelha tem um desafio pela frente, mas acho que nenhuma equipa tem os mesmos objetivos que nós temos, porque de todas as nossas estratégias baseiam-se em ser muito melhores do que anteriormente”.

“Temos também regulamentos que nos beneficiam muito. É por isso que temos de ser ambiciosos. Mas querer discutir o título em 2021 não pode ser uma desculpa para nós este ano, que é onde veremos todas as mudanças que fizemos no ano passado. Elas terão um impacto não apenas em 2021 mas já em 2020. É isso que queremos ver”, enfatiza Cyril Abiteboul.

Por isso para o líder da Renault na Fórmula 1 a fasquia está mais alta para a nova, ainda que o período de defeso que se está a viver não seja muito diferente, antecedendo a apresentação do novo monolugar, que ocorrerá em Paris a 12 de fevereiro: “Foi um inverno normal, mas também um que antecede um ano que será um grande desafio. Pelo caminho temos de equilibrar 2021 contra 2020”.

Certo é que para a nova época a marca francesa terá uma dupla de pilotos inédita, já ao experiente Daniel Ricciardo se junta um Esteban Ocon muito motivado mas após uma época quase sabática como piloto de reserva da Mercedes.

3Shares

Mais partilhadas da semana

Subir