Motores

Regulamentos afetam Cadillac de Barbosa e Albuquerque em Daytona

O famoso BoP – o sistema de equilíbrio de performance criado para as provas de resistência – vai afetar os Cadillac Dpi-V.R. como o de João Barbosa e Filipe Albuquerque nas próximas 24 Horas de Daytona. A IMSA, que organiza o campeonato norte-americano da disciplina decidiu deminuir o restrior de ar do motor do protótipo de Detroit.

A IMSA justifica as medidas como necessárias para equilibrar o Cadillac face aos rivais, ainda que aumentando a capacidade do depósito do protótipo americano (mais um litro) e o restritor de reabastecimento.

Mas João Barbosa e Filipe Albuquerque não serão os únicos pilotos portugueses afetados em Daytona, uma vez que a IMSA decidiu fazer a mesma coisa aos Acura NSX GT3, incluindo aquele que Álvaro Parente vai tripular na corrida do final do mês – 27 e 28 de janeiro.

A medida permitirá assim aos Nissan Dpi e aos Mazda Dpi serem mais competitivos, sendo que os Acura ARX que competem na categoria principal recebeu algumas alterações de modo a também discutir as posições cimeiras nos protótipos. Já o Acura NSX GT3 de Álvaro Parente tem mais 10 kg de peso, num contraste com o Mercedes AMG GT3, seu rival em GTD. Audi R8 LMS e Lamborghini Huracan alinham com restritores mais pequenos, enquanto os BMW M6 GT3 aumentaram a pressão do turbo.

Mais partilhadas da semana

Subir