Motores

Regresso agridoce de Hugo Araújo

Hugo Araújo prometia tanto no primeiro dia da Rampa da Penha, mas a segunda jornada desta prova inaugural do Campeonato de Portugal de Montanha JC Group 2019 acabou por não ser favorável ao piloto de Braga.

Aos comandos do Subaru Impreza preparado e assistido pela Bracardox, Araújo saiu-se bem no ‘warm-up’, fez o segundo tempo no primeiro treino livre mas depois teve uma subida abordafa, provocada pelo abandono do carro que tinha saído para a pista à sua frente.

Na derradeira subida a equipa decidiu arriscar e montar pneus slick, o que se revelou uma escolha errada. Ainda assim o piloto minhoto terminou no terceiro lugar dos turismo e segundo posto absoluto. O que fazia prever uma boa jornada para domingo. Tal não veio a suceder devido a um problema mecânico no ‘warm-up’ matinal.

“Foi com muita tristeza que nos vimos impedidos de culminar o trabalho a que nos tínhamos proposto. As condições meteorológicas eram do nosso agrado e sabíamos que íamos discutir a vitória à geral, mas as corridas são mesmo assim, muitas vezes decididas em pequenos detalhes”, desabafou Hugo Araújo.

O piloto de Braga lembra no entanto: “O projeto da equipa é novo. Esta era, no fundo, a sua quinta prova, e estarmos tão próximos de discutir a vitória no Campeonato de Portugal de Montanha só pode ser motivo de orgulho de todos os envolvidos no projeto”.

Mais partilhadas da semana

Subir