Ásia

Receitas do jogo em Macau crescem 1,8% em maio para os 2.869 ME

Os casinos de Macau fecharam o mês de maio com receitas brutas de 25.952 milhões de patacas (2.869 milhões de euros), mais 1,8 por cento em relação ao período homólogo de 2018, foi hoje anunciado.

Contudo, as receitas brutas acumuladas nos primeiros cinco meses do ano continuam a registar um decréscimo de 1,69 por cento em relação a 2018, um resultado que se deve sobretudo às variações negativas registadas em janeiro (-5 por cento) e abril (-8,3 por cento).

Entre janeiro e maio, as receitas brutas foram de 125.691 milhões de patacas, segundo os dados publicados na página ‘online’ da Direção de Inspeção e Coordenação de Jogos (DICJ).

Em relação ao mês anterior, as receitas brutas das salas de jogo registaram um aumento de 2.364 milhões de patacas.

Capital mundial do jogo, Macau é o único local na China onde o jogo em casino é legal.

Operam no território seis concessionárias e subconcessionárias: Sociedade de Jogos de Macau, fundada pelo magnata Stanley Ho, Galaxy, Venetian, Melco Resorts, Wynn e MGM.

Em 2018, as receitas dos casinos cresceram 14 por cento, para 302.846 milhões de patacas (32.796 milhões de euros).

Mais partilhadas da semana

Subir