Economia

Receita fiscal aumenta 20,3 por cento em janeiro

O Estado arrecadou 3,5 mil milhões de euros em janeiro o que traduz uma subida de 20,3 por cento face ao mesmo mês de 2018, indica a Síntese de Execução Orçamental da Direção-Geral do Orçamento divulgada hoje.

Neste primeiro mês do ano, a receita fiscal aumentou em 594,3 milhões de euros por comparação com janeiro do ano passado sendo este acréscimo sustentado tanto pelo comportamento dos impostos diretos como dos indiretos.

Parte da subida registada está influenciada pelo alargamento do prazo de pagamento de impostos como o que incide sobre os Produtos Petrolíferos (ISP) e o Tabaco (IT). Retirado este efeito, a receita fiscal aumentou 12,8 por cento, refletindo o comportamento do IVA, cuja receita aumentou 15,9 por cento, do IRS (7,6 por cento) e do IRC (84,4 por cento).

Na nota que acompanha a divulgação da Síntese de Execução Orçamental, o Ministério das Finanças refere que a subida homóloga da receita proveniente daqueles três impostos se deve ao “desempenho da economia”.

No conjunto, os impostos diretos observaram um aumento de 11,4 por cento, enquanto os indiretos registaram uma subida homóloga de 27 por cento (tendo em conta o efeito extraordinário do alargamento do prazo do ISP e do IT).

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir