Nas Redes

Raminhos faz desabafo sobre problema familiar

Costuma falar a brincar mas desta vez não o fez e falou sério. António Raminhos partilhou um desabafo, nesta segunda-feira, na rede social Facebook, onde dá conta do seu desagrado pela forma como a sua família não tem tido apoio bancário para construir uma casa ecológica. O humorista questiona mesmo o que tem de diferente esse tipo de construção, à luz do financiamento, para as ditas casas normais.

Começando por lembrar que “é muito raro” usar o Facebook para este tipo de desabafo, Raminho sublinha, desta vez, “usar esta rede para um desabafo” e… “um pedido para mim”.

“Há uns tempos, eu e a minha mulher, decidimos mudar de casa e seguir o sonho, que vai ao encontro do nosso estilo de vida, e que passa por construir uma casa sustentável”, escreveu António Raminhos, explicando depois como tem decorrido esse processo.

“Uma casa com materiais de construção de impacto mínimo, ecológicos, revestimentos e isolamento topo de gama. Uma casa modular, de madeira proveniente de florestas sustentáveis que, por lei, obedece a todos os requisitos de uma casa normal e tem de pagar tudo o que paga uma casa normal… porque é uma casa normal!

Porém, lamenta António Raminhos a falta de apoio bancário.

“Na sexta ligam-me do meu banco, o Popular, a dizer que ‘não dão crédito a este tipo de casas’. Este tipo de casas, que é uma casa normal, que paga o normal, que é melhor para mim, para a minha família, para o ambiente, para o impacto e mais segura do que qualquer outra!”.

No desabafo, António Raminhos explica que “escusado será dizer que vou ter de procurar outro banco e tirar de lá as minhas queridas poupanças”.

A finalizar, o humorista pede informações sobre como poderá arranjar financiamento para a habitação que pretende construir.

“Posto isto, claro e direto: alguém que trabalhe com bancos ou créditos que saiba que a instituição onde trabalha apoie e dê crédito este tipo de projetos? Obrigado.”

Mais partilhadas da semana

Subir