Motores

RallySpirit foi um grande sucesso

A 5º edição do RallySpirit Altronix foi um grande sucesso, pois apesar da meteorologia não ter ajudado muito público acorreu a ver a prova, quer em Vila Nova de Gaia, quer em Barcelos ou Santo Tirso.

E não era caso para menos, já que o evento da X Racing se vai afirmando como um dos mais importantes Rally-Legends da Europa, desta vez a ter como ‘cabeça-de-cartaz’ Stig Blomqvist, que aos 73 anos trouxe até nós o magnífico Audi Sport Quattro S1, um dos ícones da era Grupo B.

Para a história fica uma prova que conquistou o seu espaço e também mais uma figura dos ralis do passado a serem ‘embaixadores’ da qualidade do evento. “Foi bom regressar a Portugal e ver que a paixão dos ralis não mudou…Só eu estou mais velho. Os espetadores continuam a vibrar com este desporto. A organização está de parabéns pelo trabalho realizado e pela escolha do percurso, mito interessante e seletivo”, referiu Stig Blomqvist.

O sueco disse que voltar a guiar o Audi Sport Quattro S1 “é sempre sempre um prazer. Noutros tempos, correr com ele contra o cronómetro era um enorme desafio e, hoje, mais de 30 anos depois, também continua a ser, mesmo que o ritmo seja, claro, mais lento”. Acrescentando: “O gozo de guiá-lo num ambiente descontraído como o do RallySpirit, que tão bem se enquadra no espírito dos Rally-Legends atuais, só posso dizer que ainda é imenso”.

Obviamente que o veterano sueco era apenas uma das atrações deste rali, que desportivamente teve outros protagonistas, com Pedro Leal a vencer a categoria ‘Spirit’ e Rui Salgado a de Históricos, sendo que horas mais tarde o pódio da primeira competição sofreu uma alteração.

João Marques e Ricardo Cunha, em Mitsubishi Lancer Evo, acabaram por ser promovidos à terceira posição, enquanto Armando Costa e Rui Raimundo desceram a quartos, depois destes terem sofrido uma penalização. Isto depois de Marques ter sofrido um furo na sequência de um toque no derradeiro troço – Coronado.

Classificação final retificada

Históricos
1º Rui Salgado/Luís Godinho (Volkswagen) 36m35,4s
2º Rui Ribeiro/Pedro Fernandes (Ford) + 14,9s
3º Julio Borja Saura/Juan Gonzalez Costas (Porsche) + 59,2s
4º Mário Oliveira/António Castro (Ford) + 1m19,3s
5º Jorge Pinto Bastos/Jorge Pereira da Silva (Fiat) + 1m27,8s
Spirit
1º Pedro Leal/Isabel Ramalho (Mitsubishi) 33m22,4s
2º Gonçalo Figueiroa/José Janela (Ford) + 1m13,8s
3º Jorge Marques/Ricardo Cunha (Mitsubishi) + 1m31,6s
4º Armando Costa/Rui Raimundo (Mitsubishi) + 1m34,1s
5º Eduardo Veiga/Justino Reis (Ford) + 1m55,7s

1Shares

Mais partilhadas da semana

Subir