Motores

Rali Safari pode também ser adiado

O Rali Safari pode ser adiado como já o foram outras provas do Campeonato do Mundo da especialidade.

A prova marca o regresso do WRC a África após décadas de ausência, mas a atual situação de pandemia de Covid-19 pode implicar um adiamento do evento, previsto para julho deste ano.

Phineas Kimathi, responsável da organização do rali que teria lugar no Quénia, disse à televisão local (NTV) que um adiamento será decidido nas próximas duas semanas. “Daqui a 17 de abril”, indicou.

O organizador explica que não é apenas da situação sanitária do país que está em causa, mas também os países representados no parque de assistência do Campeonato do Mundo de Ralis.

“Se a situação melhorar muito rapidamente, sobretudo na Europa (onde estão baseadas as maioria das equipas, dos pilotos e o fabricante de pneus Michelin), então um adiamento está entre as opções”, refere Kimathi.

Até ao dia de hoje o Quénia conta com 122 casos oficiais de Covid-19 e quatro falecimentos devido à doença, por isso não está livre de uma situação de emergência como aquelas que já foram decretadas noutros países com provas no calendário do WRC, como a Argentina, Portugal ou a Itália.

0Shares

Em destaque

Subir