Desporto

“Quem mudou a hora do treino foi o Bruno”, revela André Geraldes

André Geraldes confirmou a versão de Bruno Jacinto relativamente aos acontecimentos no ataque à Academia. O antigo team manager dos leões confirma que recebeu ma mensagem antes do sucedido, mas revela que quem “mudou a hora do treino foi Bruno de Carvalho”.

Bruno Jacinto, antigo oficial de ligação aos adeptos do Sporting e agora detido no âmbito da investigação aos ataques de Alcochete, revelou ter avisado André Geraldes na véspera do ataque.

A versão de Jacinto foi confirmado pelo antigo team manager dos leões que, em declarações ao Correio da Manhã, confirma ter recebido uma mensagem mas sem imaginar que poderia acontecer o que aconteceu.

“Não revelei a mensagem porque as claques não era sequer a minha pasta. Nunca poderia ter imaginado uma situação daquelas”, afirmou.

De acordo com o jornal O Jogo, que cita o diário, Geraldes garante ainda não ter conhecimento do horário do treino nesse dia, depois da alteração feita numa reunião entre o presidente e Jorge Jesus.

“Quem mudou a hora do treino foi o Bruno de Carvalho”, garante.

“A Juve [Leo] vai à Academia”, avisou Jacinto. “Amanhã?”, questionou André Geraldes.

Jacinto, que entretanto foi detido, revela ainda que tentou falar com Geraldes no dia do ataque, algo que não conseguiu.

O antigo team manager explica que devido aos outros acontecimentos, nomeadamente o processo Cashball, “não falou com ninguém”.

“Nem sequer sei se recebi mensagens, que nem abri”, acrescenta.

124Shares

Mais partilhadas da semana

Subir