Motociclismo

Queda obriga Kiko Maria a desistir em Jerez

Não terminou da forma desejada a participação de Francisco ‘Kiko’ Maria na primeira ronda do Campeonato de Espanha de Pré Moto3, que se disputou este fim em Jerez de La Frontera.

O piloto português da Moto Action Team não conseguiu evitar uma queda que o obrigou a abandonar a segunda corrida, hoje disputada no circuito andaluz, quando seguia na sétima posição.

Kiko foi o quinto piloto mais rápido da categoria durante todo o fim de semana, e a desistência no segundo confronto fez com que deixasse Jerez de La Frontera com 10 pontos, correspondentes à sexta posição conseguida na corrida de ontem.

Embora sem consequências físicas, a queda estragou aquela que poderia ter sido uma tarde muito positiva para o piloto do Porto e o impediu de continuar a lutar com o seu compatriota Rafael Damásio, que rodava à sua frente desde a largada.

“Não tive uma boa partida, mas estava a recuperar e era já um dos mais rápidos em pista. Estávamos a entrar na fase das grandes decisões e eu seguia com andamento suficiente para repetir o 6.º lugar de sábado”, declarou ‘Kiko’ Maria após a prova.

Para além dos pontos, a prova valeu para o jovem piloto português “aferir do valor dos adversários” e poder “projetar o que há a fazer” para “maximizar as suas potencialidades e melhorar o rendimento competitivo”, para estar, no final da época, entre os cinco primeiros, propósito com que partiu para esta sua terceira participação consecutiva na competição, vista entre os adeptos da modalidade como antecâmara do Mundial de Moto3 Junior.

“Deu para continuar a aprender e saber o que temos a fazer para, como a moto deste ano, podermos andar entre os mais rápidos. Estou convencido que isso vai acabar por acontecer. Vamos trabalhar para que seja já na próxima corrida, em Barcelona”, comentou Kiko, que mesmo não dispondo de uma máquina com as evoluções mais recentes do motor Yamaha fornecido a todos os concorrentes do campeonato.

No sábado, quando o piloto português rubricou a sua melhor classificação de sempre numa prova pontuável para o campeonato do país vizinho, ao cortar a meta na 6.ª posição, tinha sido cronometrado em 1m54,823s na sua volta mais rápida.

O espanhol Hugo Millán, autor da ‘pole position’ e vencedor da primeira corrida, repetiu a vitória neste domingo, apresentando-se, desde já, como um dos grandes candidatos ao título.

Esta foi a primeira das sete provas do calendário do ESBK 2019, com o circuito de Jerez de la Frontera a ser o único a acolher os concorrentes duas vezes. Depois da jornada de abertura, será palco da corrida de encerramento, em 2 e 3 de novembro. A próxima decorrerá em Barcelona, em 25 e 26 de maio.

Mais partilhadas da semana

Subir