Nas Notícias

Quarto casamento de Sinead O’Connor dura apenas 16 dias

sinead_o_connorLas Vegas, 8 de dezembro de 2011. Sinead O’Connor e Barry Herridge, um terapeuta de 38 anos, dão o nó fazem votos de amor eterno. Mas o casamento nem sequer durou até ao fim do ano e ‘morreu’ na própria boda. Bastaram 16 dias para que a cantora e o terapeuta (que se conheceram na internet…) se separassem. Um divórcio com direito a explicações aos fãs e um culpado: o preconceito. “Não se preocupem comigo. Já tenho muita prática nestas questões…”, disse.

A cantora Sinead O’Connor conseguiu a proeza de pôr termo ao casamento com Barry Herridge apenas 16 dias depois da boda, que decorreu em Las Vegas, precisamente no dia em que a cantora completava o 45.º aniversário. O fim do quarto casamento de O’Connor surge com explicações aos fãs.

Trata-se do quarto casamento falhado da irlandesa, mas o mais curto de todos. E teve, por isso, direito a uma justificação, numa nota escrita pela própria no seu site oficial. Sinead ‘O’Connor revela que existiram incompatibilidades entre a família do marido e a cantora, além de que um episódio provocou mal-estar no casamento: Sinead O’Connor e Barry Herridge foram à procura de erva para fumar, uma vez que a cantora não bebe…

Sinead O’Connor escreve que ficou desde logo claro que existiam um preconceito, provocado pela polémica que protagonizou. Alguns familiares próximos de Barry Herridge não aceitaram o casamento e a partir do momento ambos ficaram juntos, “houve muita pressão” colocada sobre Barry.

Alguns familiares do terapeuta não se quiseram envolver com a cantora. “Eram pessoas que nunca me conheceram, mas que já tinham preconceitos sobre mim”, relata a irlandesa. As três horas da cerimónia foram tensas, o que ficou agravado por um “passeio” que o casal levou a cabo, à procura de erva para fumar…

“O meu marido ficou extremamente magoado pela experiência que foi o nosso casamento e pela atitude de alguns familiares. Para mim, tornou-se evidente que, se permanecesse comigo, Barry perderia demasiado. E eu não posso tirar a vida de ninguém”, conta O’Connor.

Nesta nota aos fãs, a cantora faz elogios a Barry Herridge, “um homem maravilhoso”, que Sinead diz que ama. “Cometemos um erro: apressar o casamento”, refere, ao mesmo tempo que deseja que o seu quarto ex-marido “seja livre e feliz”.

“Sou uma mulher do século 21 e orgulhosa de viver. O casamento durou 16 dias, mas vivemos juntos durante sete dias apenas, até à véspera de Natal. Não se preocupem comigo. Já tenho muita prática nestas questões… Como me disse um amigo, ‘pelo menos casaste-te em Las Vegas num Cadillac cor de rosa!’”, conclui.

Sinead O’Connor prometeu que, “em nenhuma circunstância irá tecer mais comentários sobre este assunto”, em termos públicos ou privados. É um ponto final no casamento e na polémica.

Em destaque

Subir