Mundo

Putin diz que Rússia continuará a construir armada com “capacidades únicas”

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse hoje que a marinha russa é capaz de responder a qualquer agressão e que o país irá continuar a construir uma frota com “capacidades únicas”.

A marinha de guerra russa “garante a segurança do país, os seus interesses nacionais e é capaz de responder solidamente a qualquer agressão”, disse Putin durante o desfile naval em São Petersburgo, por ocasião do Dia da Marinha.

Putin indicou que a armada russa está entre as primeiras a incorporar equipamentos de última geração e que a Rússia continuará a construir “uma frota de capacidades únicas, uma frota própria de uma potência soberana e forte”, segundo a agência estatal RIA Nóvosti.

Apenas este ano a marinha receberá 15 novos navios e canhoneiras, anunciou ainda o presidente russo, segundo a agência Interfax.

Anteriormente, o Chefe do Estado passou revista a grandes navios de guerra na base naval de Kronstadt, na Baía de Neva, no Golfo da Finlândia.

O desfile naval contou com a participação de 43 embarcações militares e 41 aeronaves, incluindo navios recentes da marinha russa assim como aqueles que estão ao serviço há anos.

O Dia da Marinha é celebrado na Rússia no último domingo de julho. Este ano completa 80 anos.

Mais partilhadas da semana

Subir