Insólito

Profecia do terramoto em Roma desmentida pela… fundação do profeta

Mito com 30 anos prevê sismo devastador em Roma, em Itália, no dia 11 de maio, o que levou a população a uma debandada. A proteção civil recebeu centenas de telefonemas e o governo criou uma linha de apoio ao… cidadão com medo de terramotos que ainda não ocorreram. Tudo por culpa do profeta Raffaele Bendani, um homem morto que fez uma cidade tremer. Pior: esta profecia é… um mito. Nem sequer há provas de que tenha sido feita.

Chamava-se Raffaele Bendani e alegadamente previu, há três décadas, um sismo devastador em Roma, baseando a sua teoria na posição dos planetas. Era um astrónomo autodidata e morreu em 1979, com 86 anos. Conseguiu ser preciso ao ponto de descobrir a data desse terramoto: 11 de maio de 2011. Hoje.

A profecia de Bendani não será, com certeza, confirmada. Mas a verdade é que, durante 30 anos, assombrou os italianos, que temeram sempre pela devastação total de Roma. Em vésperas da confirmação do mito, registou-se uma fuga da cidade, por parte da população receosa.

Mas a Fundação que tem o nome do profeta garante mesmo que não há nenhum documento que confirme, sequer, a profecia. “Não há nada que faça menção a um terramoto em Roma neste dia”, garante o presidente da Fundação Bendani… Estamos, assim, perante uma profecia que assenta num mito.

Mas o problema é que Raffaele Bendani não era um profeta qualquer. Em 1927, Mussolini decidiu armá-lo cavaleiro, por reconhecer as suas capacidades… Outro problema: esta distinção também não está provada.

Bendani previu um sismo devastador a 11 de maio de 2011 e outros dois em 2012. Hoje é o dia D. Será que Roma treme? Ainda não há relatos de qualquer terramoto, mas a proteção civil italiana já está a abanar, com tantos pedidos de informação por parte de cidadãos receosos. O governo chegou ao ponto de criar uma linha de apoio gratuito…

Pespetiva-se que mais de 20 por cento da população tenha faltado ao trabalho e há indicadores que provam a debandada: reservas de hotéis fora da cidade, feita por… romanos.

No meio desta história de medo do futuro, há uma medida com benefícios para o presente: um reitor da Faculdade de Ciências da Universidade de Roma organizou uma palestra onde pretenderá discutir os sismos, os efeitos e medidas de prevenção.

A intensificar o medo estão as memórias bem recentes do terramoto na cidade italiana de L’Aquila, a 6 de abril de 2009, a 100 quilómetros de Roma. Esse existiu. É real. E não foi previsto por Bendani.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir