Europa

Primeiro-ministro sueco destituído após moção de censura

O primeiro-ministro sueco, o social-democrata Stefan Löfven, foi destituído hoje pelo Riksdag (Parlamento) depois da aprovação de uma moção de censura ao seu Governo.

A moção de censura apresentada pela oposição sueca foi aprovada com 204 votos a favor e 142 contra.

Stefan Löfven e o seu Executivo devem permanecer em funções até o Parlamento nomear um novo Governo.

O Executivo de Löfven ficou enfraquecido após as eleições parlamentares de 09 de setembro, nas quais não conseguiu uma maioria.

Mais partilhadas da semana

Subir