Ásia

Primeiro-ministro da Malásia diz esperar que China entenda crise fiscal no país

O primeiro-ministro da Malásia afirmou hoje, em Pequim, esperar que a China entenda os problemas fiscais do seu país, após ter suspendido projetos avaliados em milhares de milhões de dólares apoiados pela liderança chinesa.

Numa conferência de imprensa conjunta com o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, Mahathir Mohamad disse esperar que a China entenda a situação da Malásia, enquanto lida com uma dívida gigante e outros problemas económicos deixados pelas administrações anteriores.

Mahathir, que é um crítico do investimento chinês no seu país, suspendeu a construção de várias infraestruturas financiadas pela China.

O líder malaio espera renegociar os termos daqueles contratos durante as reuniões com os líderes chineses.

Antes de viajar para Pequim, Mahathir afirmou que quer cancelar um projeto ferroviário ao longo da costa leste da península da Malásia, avaliado em 20 mil milhões de dólares (17,5 mil milhões de euros), e dois oleodutos, construídos por empresas apoiadas pelo executivo chinês.

Mais partilhadas da semana

Subir