EUA

Presidente Trump critica Nova Iorque por impostos e por número de migrações

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou os governadores do estado de Nova Iorque por causa de migrações, impostos, política monetária e abuso de poder, numa série de publicações na segunda e terça-feira.

Numa série de publicações na rede social Twitter, Donald Trump afirmou que “as pessoas estão a sair de Nova Iorque como nunca antes” e que “se detêm algum negócio, é duas vezes mais provável que saiam”.

O ‘tweet’ de terça-feira transformou-se numa crítica à procuradora-geral do estado de Nova Iorque, Letitia James, ao governador, Andrew Cuomo e, em final, ao estado de Nova Iorque, sugerindo que os governantes abusam do poder.

Nas várias publicações, acusou o governador Andrew Cuomo de usar a procuradora-geral como “ferramenta de intimidação para os seus próprios propósitos”, pois “eles processam tudo, sempre à procura de um crime”.

O empresário referiu-se, especificamente, a ações judiciais contra a sua fundação “Donald J. Trump Foundation”, que foi dissolvida em dezembro de 2016, um mês antes da tomada de posse como Presidente dos EUA.

Na segunda-feira, Trump queixou-se no Twitter de que a procuradora-geral está a “assediar” todos os negócios do Presidente em Nova Iorque.

“Para além de taxas ridiculamente elevadas, os meus filhos e companhias estão a gastar fortunas em advogados”, acrescentou Trump.

Donald Trump escreveu que “é muito difícil e caro viver em Nova Iorque” e a série de ‘tweets’ terminava com: “não admira que pessoas e negócios estejam a sair de Nova Iorque em números recorde”, mas sem mencionar números.

Ainda no mesmo dia, segunda-feira, uma outra publicação de Trump comparava Nova Iorque com o estado vizinho, Nova Jérsia.

“Parabéns aos legisladores em Nova Jérsia por não aprovarem impostos que teriam afastado um grande número de contribuintes para fora do Estado”, lê-se.

A recomendação do Presidente é que “Nova Iorque e outros deviam começar a alterar o processo de pensamento sobre impostos, rapidamente”.

Em resposta aos ‘tweets’, o Governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo contrapôs, numa declaração, que conseguiu diminuir os impostos e que a subida dos valores em Nova Iorque eram culpa de Trump.

Várias descidas de impostos no Estado foram dirigidas à classe média, pelo que as autoridades de Nova Iorque estimam que os contribuintes vão poupar 4,2 mil milhões de dólares até 2025.

Atualmente, o estado de Nova Iorque tem cerca de 19,5 milhões de habitantes.

A agência noticiosa dos EUA Associated Press (AP) escreveu que houve quedas consecutivas no número de habitantes em 2016, 2017 e 2018.

Mais partilhadas da semana

Subir