Nas Notícias

Presidente enaltece “traço de humanidade e serviço comunitário” de Laura Ferreira

O Presidente da República dirigiu hoje as “mais sentidas e amigas condolências” ao ex-primeiro-ministro Pedro Passos Coelho pela morte da sua mulher, salientando que Laura Ferreira “deixou um traço de humanidade e serviço comunitário na sociedade portuguesa”.

Numa nota publicada no ‘site’ da Presidência da República, Marcelo Rebelo de Sousa apresenta “as mais sentidas e amigas condolências” ao também ex-líder do PSD, “neste momento de enorme perda da sua mulher”.

Para o chefe de Estado, Laura Ferreira, que morreu hoje em Lisboa, foi “alguém que deixou um traço de humanidade e serviço comunitário na sociedade portuguesa”.

A mulher do ex-primeiro-ministro Pedro Passos Coelho, Laura Ferreira, morreu hoje vítima de doença prolongada, confirmou à agência Lusa fonte oficial do PSD.

“É verdade, foi durante a noite”, indicou a mesma fonte.

Laura Ferreira, de 54 anos, estava internada no Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa, onde morreu.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir