Desporto

“Presidente do Sporting foi desmascarado e perdeu toda a credibilidade”, escreveu o hacker

Os emails de 2016 trocados entre o hacker que roubou documentos do Benfica e a Doyen falam de… Bruno de Carvalho. “O presidente do Sporting foi completamente desmascarado”, escreveu Rui Pinto.

Os emails trocados entre o responsável do site Football Leaks, que assinava como Artem Lobuzov (mas que, segundo as autoridades, será um pseudónimo de Rui Pinto), e o CEO da agência Doyen, Nélio Lucas, referem explicitamente o Sporting e Bruno de Carvalho.

À data, esses emails foram divulgados pelo Record. Hoje, a propósito das suspeitas de que Rui Pinto será o hacker que roubou emails e documentos ao Benfica, o desportivo voltou a apresentar esses emails.

Através de “uma doação generosa”, o hacker prometia eliminar toda a informação que tinha roubado à Doyen.

Só que Nélio Lucas exigiu garantias de que o eventual pagamento levaria mesmo à eliminação da informação.

É então que Artem Lobuzov, que no entender das autoridades é na realidade Rui Pinto, envolve o Sporting e Bruno de Carvalho.

Em causa estava a única informação visando a Doyen que o Football Leaks divulgou desde que foi pedida a “generosa doação”: uma carta do Sporting “sobre o caso Rojo”, divulgada “só para ir mantendo o circo mediático”.

“Neste momento até lhe fiz um favor, o presidente do Sporting foi completamente desmascarado e perdeu toda a credibilidade nacional e internacional”, frisou, alegadamente, Rui Pinto, assinando como Artem Lobuzov.

O hacker pretendia “algures entre 500 mil euros e um milhão” pela não divulgação da documentação roubada à Doyen.

Nos emails divulgados pelo Record é também envolvido Aníbal Pinto, o ex-advogado de Rui Pinto que já falou sobre o tema do momento.

O caso de Rui Pinto tem dominado as conversas e os programas de comentário. Na CMTV, José Manuel Freitas chegou mesmo a afirmar que o hacker “é um herói”.

Mais partilhadas da semana

Subir