Mundo

Presidente do Brasil desaprovado por 33 por cento da população, pior desempenho desde 1990

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, tem um desempenho mau ou péssimo no Governo para 33 por cento da população, segundo uma sondagem divulgada hoje pelo Instituto Datafolha.

Esta é a pior avaliação para o primeiro semestre de um novo Presidente no Brasil desde Fernando Collor de Mello, em 1990, que aos seis meses de Governo tinha 20 por cento de rejeição.

Embora tenha uma avaliação negativa superior aos seus antecessores, a sondagem revela que o Governo Bolsonaro é aprovado por 33 por cento da população.

Outros 31 por cento dos entrevistados avaliaram o Governo como regular e 2 por cento não souberam responder.

Em relação à expetativa sobre o futuro, 51 por cento dos brasileiros entrevistados disse esperar que Bolsonaro faça um Governo ótimo ou bom, 21 por cento, regular, e outros 24 por cento, péssimo.

Num levantamento realizado pelo Datafolha antes da tomada de posse, no dia 01 de janeiro, 65 por cento dos brasileiros esperavam que Bolsonaro fizesse um Governo ótimo ou bom, outros 17 por cento de regular e 12 por cento ruim ou péssimo.

Na pesquisa também se perguntou se o novo Presidente brasileiro fez mais, menos ou o que era esperado dele pelo país no período de seis meses: 12 por cento dos entrevistados acredita que Bolsonaro fez mais do que era esperado, 22 por cento acreditam que ele fez o que era esperado e 61 por cento disseram que o chefe de Estado brasileiro fez menos.

A sondagem Datafolha foi feita em 4 e 5 de julho e ouviu 2.860 pessoas com mais de 16 anos, em 130 cidades. A pesquisa tem uma margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir