Desporto

Presidente do Arouca diz que proibição de cigarros eletrónicos não foi provocação ao Sporting

Carlos Pinho, presidente do Arouca, diz que a proposta que foi aprovada em sede de Assembleia-Geral da Liga de Clubes e que proibe fumar e/ou utilizar cigarros eletrónicos nas zonas técnicas “não foi uma vingança ou provocação ao Sporting”.

“Aqui não há vinganças, ganhou a votação que teve mais votos. Achamos que é melhor assim. O Sporting é uma grande instituição e eu não quero falar mais nada. Não quero mais polémicas, porque isso para mim não é bom”, disse o dirigente, à Renascença.

Na última temporada, recorde-se, Carlos Pinho e Bruno de Carvalho tiveram um incidente no túnel de Alvalade.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir