Mundo

Presidente Cubano chega à Rússia para encontro com homólogo Putin

O Presidente cubano, Miguel Diaz-Canel, concluiu hoje um périplo pelos seus aliados com uma visita à Rússia, parceiro próximo da ilha socialista no braço de ferro com a administração norte-americana de Donald Trump.

Diaz-Canel anunciou na sua conta no Twitter a chegada a São Petersburgo, tendo agendada uma reunião com seu homólogo russo, Vladimir Putin, na terça-feira, segundo a agência de notícias russa Ria Novosti.

Contudo, nem o resto do programa nem a duração da estadia foram revelados.

Antes de desembarcar na Rússia, Miguel Diaz-Canel viajou para a Irlanda, Bielorrússia e Azerbaijão, onde participou numa reunião do Movimento Não-Alinhado.

O último encontro também contou com a presença do Presidente venezuelano, Nicolas Maduro, seu aliado mais leal na América Latina e que também está na mira de Washington.

Desde que chegou à Casa Branca, em janeiro de 2017, Donald Trump intensificou as sanções contra Cuba, com medidas que afetam o turismo, o investimento, os envios de fundos e a importação de combustíveis.

Neste contexto de crescente hostilidade, Cuba, que tem sido alvo de um embargo norte-americano desde 1962, está a procurar mais apoio da Rússia.

Diaz-Canel já tinha viajado para Moscovo em novembro de 2018.

Durante uma visita a Havana no início de outubro, o primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, garantiu que, “na Rússia, Cuba tem parceiros e amigos confiáveis”, reafirmando o apoio de Moscovo.

Também foram apresentados vários acordos em áreas como a cooperação científica, serviços aduaneiros, medicina nuclear e setor ferroviário.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir