África

PR são-tomense considera que jogos da CPLP reforçam solidariedade na comunidade

O presidente são-tomense, Evaristo Carvalho, disse hoje que os jogos desportivos da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) reforçam a solidariedade, hábitos e cultura entre os países membros da organização e “devem ser incentivados e apoiados”.

“Os jogos desportivos da CPLP não são nada mais do que um mecanismo de reforço de solidariedade, de conhecimento, de hábitos e culturas entre os cidadãos dos países da nossa comunidade que deve ser incentivado e apoiado”, disse o chefe de estado na abertura dos XI Jogos Juvenis da CPLP, que decorrem na capital de São Tomé e Príncipe.

Evaristo Carvalho sublinhou que a organização “deve continuar a trabalhar para que essa natureza de convívio possa ser cada vez mais um elemento congregador dos ideais da sua institucionalização”.

“Estará assim a CPLP a colocar as pessoas no centro das suas atenções e incentiva naturalmente a mobilidade e o intercâmbio desportivo e cultural”, acrescentou.

O governante defendeu que os governos devem incentivar essas práticas desportivas “porquanto ajudam no desenvolvimento psicomotor, libertam as mentes, permitindo, deste modo, a prática de atos ilícitos que dominam e corroem o presente e o futuro de qualquer sociedade”.

A CPLP é uma comunidade de países em que a língua portuguesa “é um instrumento importante de interação entre os seus membros”, lembrou, sublinhando, contudo, que “essa interação, este conhecimento, hábitos e culturas de uns e de outros só será possível se for estabelecida uma plataforma de solidariedade e convívio”.

O ministro português da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, sublinhou igualmente a importância destes jogos e elogiou São Tomé por pela primeira vez organizar este evento desportivo.

“O único anfitrião destes jogos é São Tomé e Príncipe”, disse o ministro, que salientou o “forte contributo e envolvimento de Portugal” para que os XI Jogos Juvenis da CPLP “fossem uma realidade”.

Mais partilhadas da semana

Subir