Economia

Poupança: Depósitos a prazo com juros ao nível mínimo atingido a dezembro de 2010

mealheiroMás notícias para quem quer e pode poupar: desde dezembro de 2010 que os juros dos depósitos a prazo não estava tão baixo. De acordo com os dados do Banco de Portugal, a taxa desceu até os 2,71 por cento em setembro.

Os juros a pagar pelos depósitos a prazo têm descido e, segundo os dados do boletim estatístico do Banco de Portugal (de acordo com as contas do Diário Económico), a taxa atingiu um mínimo que já não se registava desde dezembro de 2010: 2,71 por cento.

Para esta tendência, os analistas avançam com a combinação de três explicações. A primeira, de influência mais imediata, é a descida das taxas Euribor (seguindo a política monetária do Banco Central Europeu), que servem de referência para os empréstimos da Banca; a segunda, por imposição legal, é a existência de tetos à remuneração destes depósitos, cuja superação dita a penalização dos rácios dos bancos pelo Banco de Portugal; por fim, o próprio esforço de captação de novos depósitos pela Banca, uma vez que os objetivos para diferentes rácios estão perto de serem atingidos.

Em destaque

Subir