Nas Notícias

Portugueses são dos europeus menos satisfeitos com a sua vida

Os portugueses eram, em 2018, dos europeus menos satisfeitos com a sua vida – 6,7 pontos em 10 – uma pontuação abaixo da média da União Europeia (UE 7,3), mas a perceção melhorou 0,5 pontos face a 2013.

Segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat, em 2018, a satisfação média dos cidadãos variava entre os 8,1 pontos na Finlândia e os 5,4 na Bulgária, com Portugal a apresentar uma pontuação de 6,7, a quarta pior da escala.

No entanto, face a 2013 (recorde-se que Portugal foi um dos países afetados pela crise económica 2010-2014) o grau de satisfação dos portugueses subiu 0,5 pontos, abaixo da subida de 0,9 pontos em Chipre e de 0,6 na Bulgária mas acima da média da UE para o mesmo período (0,3).

A satisfação face à situação financeira foi, em 2018, de 5,4 em Portugal, o terceiro valor mais baixo da tabela, apesar da subida de 0,9 pontos face a 2013, a maior entre os Estados-membros a par de Chipre e Grécia, e abaixo da média da UE (6,5, face aos 6,0 de 2013).

Os europeus mais satisfeitos com a situação financeira são os que vivem na Dinamarca (7,6) e os menos satisfeitos os da Bulgária (4,3).

A apreciação da vida privada e relações pessoais fixou-se nos 8,2 em 10, em Portugal, a quarta maior subida (0,3 pontos) face a 2013, sendo os habitantes de Malta, Áustria e Eslovénia os mais satisfeitos (8,6) e mantendo-se a Bulgária no extremo oposto com uma pontuação de 6,6, apesar de ser este o país onde o grau mais subiu em cinco anos (5,7 em 2013).

Na UE, a média de cidadãos satisfeitos com a sua vida privada passou de 7,8 em 2013 para 7,9 em 2018.

67Shares

Mais partilhadas da semana

Subir