Mundo

Português ‘refugiou’ 40 pessoas durante ataque a Estrasburgo

O medo e o receio voltam a pairar na Europa por causa dos atentados terroristas e sabe-se agora que houve um herói português que salvou 40 pessoas durante o ataque a Estrasburgo.

Chama-se Luís Ferreira e é dono do restaurante ‘La Patrie’, em Estrasburgo, que serviu de esconderijo e local para as pessoas se refugiarem na terça-feira, enquanto decorria um novo ataque terrorista em território gaulês.

O emigrante português ‘escondeu’ cerca de 40 pessoas durante a troca de tiros entre o atacante e a polícia.

“Toda a gente só saiu daqui à uma da manhã quando não havia perigo. Foi uma noite de horror”, afirmou Luís Ferreira, em declarações ao Correio da Manhã.

O restaurante fica perto da sede do Parlamento Europeu e do local onde se deu o ataque terrorista.

Luís Ferreira explica que tinha vários deputados no restaurante e lembra os momentos que se viveram naquela altura.

“Tinha vários comissários e deputados do Parlamento Europeu no restaurante. Ficaram cheios de medo. Estávamos todos em pânico! Pediram-me para se protegerem aqui.”

O suspeito do ataque, Chérif Chekatt, nascido em Estrasburgo, foi abatido a tiro pela polícia, na quinta-feira, após uma gigantesca operação de ‘caça ao homem’.

De acordo com a imprensa francesa, Chérif Chekatt abriu fogo sobre as pessoas que se encontravam no mercado de Natal de Estrasburgo, gritando “Allah Akbar!” (“Deus é grande!”).

129Shares

Mais partilhadas da semana

Subir