Economia

Portugal perdeu 27 683 empresas em 2012 e ganhou 29 mil novos negócios

empreendedorismo1Durante 2012, fecharam as portas em Portugal 27 683 empresas, segundo números do Ministério da Justiça divulgados pelo jornal Público. É uma média de 75 empresas por dia. Relativamente ao número de novas empresas, assinalam-se 29 mil criadas, o que representa um saldo positivo de 1628 novos negócios.

O ano de 2012 trouxe um saldo positivo no que diz respeito ao número de novas empresas, com 27 683 a fecharem portas e 29 mil a nascerem. Estes números, divulgados pelo jornal Público, que cita dados do Ministério da Justiça, mostram que há um saldo positivo, ainda que outro indicador (o desemprego) comprove que o tecido empresarial não está em expansão.

Por outro lado, o número de novas empresas criadas em 2012 está aquém do que se verificara no ano anterior: menos 6000 mil do que em 2011.

O setor onde se assinala maior expansão do tecido empresarial é na agricultura. Já na área de serviços o número de empresas criadas é menor. Numa comparação entre aqueles dois anos verifica-se que em 2011 houve mais extinção de falências, mas também mais criação de novas empresas.

A proteção das empresas tem sido uma das prioridades do Governo. Recorde-se que a Taxa Social Única, que não chegou a avançar, foi proposta pelo executivo, precisamente em 2012, para permitir um alívio às empresas, nas contribuições para a Segurança Social.

Em destaque

Subir