Mundo

Portugal com número recorde de municípios a aderir à Hora do Planeta

São já 140 municípios portugueses que aderiram à Hora do Planeta, que decorre este sábado. É um número recorde de participações portuguesas no evento mundial que tem como objetivo colocar o mundo às escuras, durante uma hora, numa luta contra as alterações climáticas.

“Este ano é um número absolutamente recorde, tínhamos fixado [a meta de] 150, e vamos atingir porque já temos 140 e no último dia chegam sempre muitos [municípios aderentes] e é bom pois mostra um envolvimento ainda maior das pessoas na Hora do Planeta”, afirmou Ângela Morgado, a responsável pela WWF Portugal, em declarações à agência Lusa.

A responsável relembrou que todos os municípios que aderiram à iniciativa deste sábado “têm de apagar a luz de um ou dois monumentos emblemáticos da cidade ou vila”, pelo que também são responsáveis pela divulgação da iniciativa e dos objetivos da iniciativa junto dos cidadãos do município, bem como informá-los de que poderão juntar-se à Hora do Planeta desligando a eletricidade nas suas casas.

“É uma ideia simbólica para que as pessoas adotem comportamentos mais sustentáveis e os municípios organizam corridas, aulas de ioga, paradas de velas, jantares à luz de velas, incentivam os cidadãos a aderirem a este tipo de eventos para participarem na Hora do Planeta”, acrescentou.

Entre as 20h30 e as 21h30 de amanhã celebra-se a Hora do Planeta por todo o mundo. Esta será a décima edição da iniciativa, que começou em 2007 na cidade de Sydney, na Austrália. Atualmente abrange mais de oito mil cidades, de 170 países. É considerada “a maior ação pelo ambiente e contra as alterações climáticas”.

“É uma hora para pensarmos que o planeta precisa de algum respeito, os recursos naturais são limitados e é responsabilidade de todos termos alguns comportamentos mais sustentáveis e opções mais responsáveis”, reforçou Ângela Morgado.

Veja a lista de monumentos:

Para edição da Hora do Planeta 2017 já aderiram: Ponte 25 de Abril (Lisboa), Ponte da Arrábida (Porto), Estação Ferroviária do Rossio, Castelo de São Jorge, Mosteiro dos Jerónimos e Torre de Belém (Lisboa), Castelo de Abrantes, Castelo de Bragança, Moinho das Castanholas no Cadaval, Castelo de Celorico, Arco da Vila de Faro, Igreja Nossa Sra. da Conceição (Ferreira do Alentejo), muralhas do Castelo de Loulé e Pavilhão Macau de Loures, Castelo de Miranda do Corvo, Farol da Nazaré, Castelo de Ourém, Igreja Matriz de Pedrogão Grande, Castelo de Pombal, Castelo do Sabugal, Castelo de Santa Maria da Feira, Palacete Barão da Trovisqueira, Ponte Tejo (Vila Velha Ródão), Igreja de Tomar, Fundação Serralves (Porto), Estação Ferroviária de São Bento (Porto), Fundação EDP (Lisboa), Aqueduto das Águas Livres (Lisboa), entre muitos outros monumentos portugueses.

4Shares

Mais partilhadas da semana

Subir