Economia

Portugal com maior subida mensal das vendas a retalho em maio

Portugal registou em maio a maior subida mensal das vendas a retalho (1,5 por cento), em contraciclo com a zona euro e a União Europeia, onde o indicador recuou face a abril, mas subiu na variação homóloga, segundo o Eurostat.

Em maio, as vendas a retalho aumentaram 1,3 por cento na zona euro e na União Europeia (UE) face ao mesmo mês de 2018, mas caíram 0,3 por cento na primeira e 0,4 por cento na segunda na comparação com abril.

Portugal registou a maior subida mensal (1,5 por cento), seguido da Espanha (1,1 por cento) e da Bélgica (1,0 por cento), com Croácia (-4,4 por cento), Lituânia (-3,0 por cento) e Suécia (-2,8 por cento) a registarem as principais quebras.

Na variação homóloga, os maiores avanços foram observados no Luxemburgo (7,4 por cento), na Irlanda (7,0 por cento) e na Eslovénia (5,6 por cento) e as principais baixas na Eslováquia (-2,6 por cento), na Dinamarca (-1,7 por cento) e na Croácia (-1,4 por cento).

Em Portugal, as vendas a retalho aumentaram 4,5 por cento face a maio de 2018.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir